Corinthians espera pagar dívida de ajuda de custo da base nesta semana


Diretoria ainda deve

Jogadores da base do Timão mandam seus jogos na Fazendinha — Foto: Ana Canhedo


A diretoria do Corinthians quer pagar até o fim desta semana as dívidas que tem com as ajudas de custo que estão atrasadas com os jogadores da base que possuem contrato de formação – o vínculo anterior ao contrato profissional, geralmente assinado a partir dos 14 anos.

Jogadores da base que já possuem vínculo profissional – como os do time sub-20 – estão com os salários em dia.

Após a divulgação do caso na imprensa, o clube pagou no dia 15 de julho os valores relativos ao mês de abril, que deveriam ter sido pagos em maio. O Corinthians ainda deve, porém, as bolsas de maio (que seriam pagas em junho) e junho (que deveriam ter sido pagas em julho).

O Corinthians alega problemas com o fluxo de caixa para explicar os atrasos. O clube tem sofrido frequentes bloqueios judiciais por conta de dívidas antigas.

Um contrato de formação assegura ao jovem jogador de futebol um valor de bolsa e outros auxílios, como convênio médico e odontológico. O clube não soube informar quantos atletas foram afetados pelo atrasos até o momento.


Compartilhar: