Nos Pênaltis Corinthians se classifica e espera o vencedor de Flamengo x Tolima


Cobrança de Gil que garantiu a classificação alvinegra. Foto: Rodrigo Coca/ Agência Corinthians


O Corinthians foi a Buenos Aires, nesta terça-feira (5), para enfrentar o Boca Juniors no Estádio La Bombonera pela partida decisiva das oitavas de final da CONMEBOL Libertadores. 

Após o empate em 0 a 0 no tempo normal, a partida foi decidida nos pênaltis. E brilhou a estrela do GIGANTE Cássio: o goleiro do Timão pegou dois pênaltis e o Alvinegro avançou para as quartas de final da competição. 

Os gols do Corinthians nos pênaltis foram convertidos por: Fábio Santos, Cantillo, Róger Guedes, Roni, Lucas Piton e Gil, finalizando a série com um placar de 6 a 5. 

O Timão agora espera o próximo adversário da CONMEBOL Libertadores, que sairá do confronto entre Flamengo e Tolima. A partida ocorre nesta quarta-feira (7).

Escalação

O técnico Vítor Pereira escalou o Corinthians com a seguinte formação: Cássio; Rafael Ramos, João Victor, Raul e Fábio Santos; Du Queiroz, Cantillo e Giuliano; Gustavo Mantuan, Lucas Piton e Róger Guedes. Entraram no decorrer da partida: Gil, Giovane, Roni, Bruno Méndez e Bruno Melo. Ainda ficaram à disposição no banco de reservas: Matheus Donelli, Robson, Willian, Biro, Robert, Xavier, Felipe.

Primeiro tempo

Logo aos três minutos de partida, o Boca Juniors foi ao ataque. O atacante argentino fez o drible em João Victor e avançou para a área, mas Cássio estava atento e fez a defesa. A bola escapou do camisa 12 e bateu no argentino, dando tiro de meta para o Timão. Aos seis, mais uma vez a equipe argentina chegou com perigo. Em um chute pela esquerda, Cássio mais uma vez fez uma excelente defesa. 

Em um contra-ataque muito rápido do adversário, aos 18 minutos, a bola sobrou sozinha para o atacante argentino, que na cara do gol furou e mandou pra fora. Aos 26 minutos, Raul Gustavo foi afastar a bola e acertou com o cotovelo o jogador argentino. Após a checagem do VAR, o árbitro marcou pênalti. Na cobrança, o atacante adversário chutou na trave! O placar seguiu zerado em Buenos Aires.

O restante do primeiro tempo foi de pressão do Boca sobre o Timão. Ao final dos 45, o árbitro deu quatro minutos de acréscimo. 
Neste período, o zagueiro João Victor se machucou e teve de ser substituído. No lugar dele entrou Gil. Com a parada para o atendimento, o árbitro acrescentou mais dois minutos antes de encerrar o primeiro tempo.

Segundo tempo

A segunda etapa iniciou sem mais alterações no Alvinegro. 

Logo no primeiro minuto de jogo, Mantuan tentou ligar o contra-ataque, foi derrubado e o adversário tomou cartão amarelo. O camisa 31 acabou se contundindo e foi substituído por Giovane. Aos 13 minutos, o Boca chegou mais uma vez: o camisa 9 do time argentino tentou cavar por cima de Cássio, mas a bola foi por cima do gol. 

O técnico Vítor Pereira fez mudança tripla no Timão aos 22 minutos: saíram Du Queiroz, Giuliano e Rafael Ramos e entraram Roni, Bruno Méndez e Bruno Melo.

O Corinthians tentou buscar espaços, mas o Boca Juniors estava bem postado defensivamente e não deixou o Timão avançar. Nas chegadas da equipe argentina, a zaga alvinegra afastou o perigo da área.

Ao final no tempo regulamentar, o árbitro deu cinco minutos de acréscimo. No último minuto de jogo, o Boca arriscou de fora da área e a bola foi para fora. O árbitro finalizou e a partida foi para as cobranças de penalidades máximas. 

Decisão nos pênaltis

A série foi iniciada com o Boca cobrando. Rojo foi pra bola e converteu, 1 a 0. Fábio Santos abriu a série pelo Timão: o camisa 26 foi para a bola e também converteu, 1 a 1.

A segunda cobrança da equipe argentina foi feita por Isquerdoz, que colocou o time novamente em vantagem, 2 a 1. Cantillo então bateu o pênalti pelo Timão e empatou a série, 2 a 2. 

Na terceira rodada de cobrança, Villa foi para a bola pelo Boca e CÁSSIO FEZ A DEFESA!! Foi a fez de Raul cobrar para o Timão. O zagueiro foi para a bola e o goleiro argentino também fez a defesa, seguiu 2 a 2. 

A quarta cobrança do Boca foi de Fernandez. O jogador colocou o adversário em vantagem novamente, 3 a 2. Bruno Melo foi para a bola pelo Timão e errou a cobrança.

Benedetto cobrou o pênalti pelo Boca e também errou!!! A última cobrança da série normal foi feita por Róger Guedes. O camisa 9 empatou a série, 3 a 3.

A decisão foi para as alternadas. O primeiro a cobrar foi Romero, que converteu, 4 a 3. Roni foi para a cobrança pelo Timão e fez o gol! 4 a 4. 

Varella foi o próximo a bater pelos argentinos e converteu, 5 a 4. Lucas Piton foi para a bola pelo Timão e empatou, 5 a 5. 

A terceira cobrança das alternadas foi iniciada por Ramirez. O camisa 20 do Boca cobrou e CÁSSIO DEFENDEU! A cobrança do Timão foi feita por Gil. O camisa 4 cobrou a classificação do Timão foi garantida. 

Placar final: 6 a 5 para o Corinthians.

Dados da Partida

BOCA JUNIORS 0 (5) x (6) 0 CORINTHIANS 

Competição: Copa Libertadores, jogo de volta das oitavas de final 

Data e hora: 5 de julho de 2022 (terça-feira), às 21h30 (de Brasília) 

Local: La Bombonera, em Buenos Aires (ARG) 

Árbitro: Andrés Matonte (URU) 

Assistentes: Nicolás Taran e Martín Soppi (ambos do URU) 

VAR: Leodán González (URU) 

Cartões amarelos: Varela (Boca); Gil e Raul Gustavo (Corinthians) 

BOCA JUNIORS: Rossi; Advíncula, Izquierdoz, Rojo e Fabra; Pol Fernández, Varela e Óscar Romero; Zeballos (Ramírez), Benedetto e Villa. Técnico: Sebastián Battaglia 

CORINTHIANS: Cássio; Rafael Ramos (Bruno Méndez), João Victor (Gil), Raul Gustavo, Fábio Santos e Lucas Piton; Du Queiroz (Roni), Cantillo (Bruno Melo) e Giuliano; Gustavo Mantuan (Giovane) e Roger Guedes. Técnico: Vítor Pereira


Próximo jogo

O próximo jogo do Corinthians ocorre no próximo domingo (10), às 16h, na Neo Química Arena, contra a equipe do Flamengo, pela 16ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro.

Compartilhar: