Feminino As Brabas sairam na frente em jogo que contou com confusão no fim da partida vencendo por 2x1


Adriana faz golaço de fora da área na semi Corinthians X Palmeiras
Imagem: Divulgação/Brasileirão Feminino

O Corinthians não sentiu o peso da semifinal do Campeonato Brasileiro e venceu o arquirrival Palmeiras por 2 a 1, na tarde deste sábado, com o apoio da Fiel, na Neo Química Arena. Com o resultado, as Brabas vão com a vantagem do empate no duelo da volta, que acontecerá apenas no dia 10 de setembro, no Allianz Parque.

Os gols saíram no início dos dois tempos, com Adriana, em um golaço de cobertura, e Jaqueline, com menos de dois minutos de bola rolando. Do outro lado, Camilinha descontou, no final da primeira etapa. As alvinegras dominaram grande parte das ações ofensivas do clássico e poderiam ter saído com mais vantagem no marcador, não fossem as grandes defesas da goleira Jully.

Antes do segundo  jogo das semifianais as brabas ainda vão encontrar as meninas do tricolor no dia 7 de setembro.

As Brabas entraram  marcando já logo de cara tanto no primeiro quanto no segundo tempo com Adriana no primeiro tempo e Jheniffer no segundo tempo onde desempatou o jogo que havia virado empatado  com gol do rival no fim do primeiro tempo.

Por volta dos 35 minutos do segundo tempo, um auxiliar do Corinthians e outro do Palmeiras trocaram empurrões na beira do campo, em momento que o Derby estava paralisado. Mais integrantes das comissões se envolveram na briga, gerando um tumulto perto dos bancos de reservas.

Após revisão no VAR, a árbitra Deborah Decilia Cruz Correa expulsou o técnico Ricardo Belli, do Palmeiras, e seu auxiliar, Willian Bentancur. O técnico Arthur Elias, do Corinthians, recebeu cartão amarelo, assim como Edson, preparador de goleiros do Timão. O clássico ficou parado por sete minutos.

Os integrantes das comissões técnicas trocaram empurrões e as jogadoras de ambos as equipes tiveram que separar o conflito. A arbitragem adicionou 11 minutos de acréscimos após a confusão.

Compartilhar: