Balbuena afirma estar com muita vontade de poder jogar pelo Corinthians na coletiva será o camisa 31


Foto: Rodrigo Coca/ Agência Corinthians

Na tarde desta terça-feira (19), Fabián Balbuena realizou sua primeira coletiva de imprensa já como zagueiro do Corinthians para a temporada. O atleta de 30 anos, que teve uma passagem vitoriosa pelo Timão entre os anos de 2017 e 2018, retorna ao clube vindo do Dínamo de Moscou (RUS).

Agora vestindo a camisa 31, o paraguaio falou sobre o seu retorno ao Coringão e a sensação de que nem tinha ido embora. “Pareceu que nem sai daqui. Sensação boa de se sentir em casa. Isso não tem preço, já conheço o pessoal, os que trabalham aqui, então é um reencontro muito bom”, comentou.

Perguntado sobre o lado do campo em que prefere jogar, Balbuena se mostrou flexível e um pouco brincalhão: “Se o treinador precisar de goleiro, jogo de goleiro também. Se você está jogando um tempo longo em uma posição, vai estar mais acostumado, mas o jogador faz o que o treinador pede. Eu não tenho problema de jogar pela esquerda, direita, três zagueiros, líbero, não vai ser problema. Vou tentar dar o meu melhor, como sempre dei pelos times que joguei".

O zagueiro comentou sobre o estilo de jogo do técnico Vítor Pereira e garantiu que pretende se adaptar o mais rápido possível para poder ajudar o Corinthians dentro de campo. “Eu sei que cada treinador tem sua filosofia de jogo, seu comportamento. Nos treinos, vou tentar me adaptar o mais rápido possível, assistindo a vídeos também. O pessoal da análise vai me passar. Vou procurar me adaptar o mais rápido possível ao esquema de jogo”.

Após passagens pelo West Ham (Inglaterra) e pelo Dínamo de Moscou (Rússia), o paraguaio chega com mais experiência para essa segunda passagem pelo Coringão. E, segundo o atleta, ainda mais motivado: “Quando saí, ganhei mais experiência. Como na Premier League, enfrentando os melhores do mundo. Vem um Balbuena mais experiente, mais focado e com mais vontade do que quando saiu".

E Balbuena se sente pronto para o jogo? Na coletiva, ele deixou claro que sim, e que entende que tudo depende das escolhas da comissão técnica.

"Estou me sentindo muito bem. Estava fazendo pré-temporada na Rússia, joguei vários amistosos. Essa semana não treinei com o grupo, mas estou treinando individualmente, forte. Vai depender da comissão técnica. Se for por mim, quero jogar.

Balbuena agradeceu todo o carinho da Fiel Torcida e afirmou estar ansioso para o reencontro: “Eu e minha família somos muitos gratos. Brasileiro tem em todo lugar, então os torcedores sempre tiveram um carinho especial. Vou ser grato para sempre e tentarei retribuir da melhor forma possível quando estiver dentro ou fora de campo”.


Coletiva de Balbuena


Compartilhar: