Corinthians finaliza a preparação e vai com todo elenco

foto: Rodrigo Coca/AG Corinthians
foto: Rodrigo Coca/AG Corinthians

Timão inscreveu os jogadores que faltavam tem a volta de Adson e Renato Augusto

Timão fechou ontem a preparação para o jogo de hoje às 19h30min (horário de Brasilia), na Neo Quimica Arena contra o Água Santa  em partida válida pela segunda rodada do campeonato paulista 2023. a novidade foi a volta aos relacionados  que não estiveram na paratida contra o RB, Renato Augusto poupado por questão muscular, Yuri Alberto, Romero e Matheus Bidu que não estavam  inscritos para o campeonato paulista até o dia 10/01,  Adson que cumpriu a suspensão automática por conta da expulsão do jogo contra o SPFC no último jogo do campeonato paulista 2022.

Para a partida de hoje  Fernando Lázaro  que vai contar com força máxima  finalizou a preparação com um treino tatico  e bolas paradas, vale lembrar que Lázaro esta tentando implantar o modelo 4-4-2 Diamanta ou losanglo como preferir. 

Além dos retornos Lazaro também relacionou dois jogadores do sub-20  Arthur Sousa e Wesley  que estiveram entre os relacionados  na úlrima partida contra o RB Bragantino no domingo.

O meia Matheus Araújo e o zagueiro Murilo que foram promovidos  após a eliminação do Corinthians na Copa São Paulo de Futebol Júnior estão treinando com o elenco  também estão relacionados. 


Relacionados:
Goleiros: Carlos Miguel, Cássio e Matheus Donelli
Laterais: Fábio Santos, Fagner, Matheus Bidu e Rafael Ramos
Zagueiros: Balbuena, Bruno Méndez, Caetano, Gil e Murillo
Meio-campistas: Adson, Cantillo, Du Queiroz, Giuliano, Matheus Araújo, Maycon, Renato Augusto e Roni
Atacantes: Arthur Sousa, Júnior Moraes, Róger Guedes, Romero, Wesley e Yuri Alberto


Equipe provável:  Cássio, Fagner, Balbuena, Gil e Fábio Santos; Du Queiroz (Cantillo), Maycon, Giuliano e Renato Augusto; Yuri Alberto e Róger Guedes.

Transmissão somente por Paulistão Play e Premiere. 

Volante Maycon  enfatizou  que estão fechados com Lázaro e ainda declarou: 

– Estamos iniciando um trabalho e precisamos dessa vitória para dar confiança aos jogadores e principalmente ao Fernando, para saber que estamos entregando o máximo nas ideias dele, o que ele quer. Eu acho que a pressão nos treinadores brasileiros é exagerada, mas não cabe a nós jogadores falarmos isso. A gente tem que demonstrar em campo que estamos com o treinador, respeitando o clube e as decisões que o clube toma.

Compartilhar: